sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Godspeed You! Black Emperor- 'Allelujah! Don't Bend! Ascend! [2012]

Krle, Krstić, vamos lá. Anote essa bandeira. Rasgue essa bandeira para baixo para que ela não voe mais. Puxa para baixo. Bravo! Rumo Potočari! Rumo Potočari e Bratunac! Não pare, por favor! Vá na minha frente o tempo todo, vamos lá. Vamos, rapazes, em frente!” Ratko Mladić (Comandante do Massacre de Srebrenica).

Em uma época onde o post-rock parece mais uma piada do que um gênero respeitável, Godspeed You! Black Emperor retorna de Valhalla para mostrar ao mundo como que se faz!

Em todo o mundo, fãs e admiradores da música mal podiam expressar a surpresa e excitação da reunião do Godspeed You! Black Emperor depois de um hiatus extenso. Depois de uma pausa de quase longos dez anos; não demorou muito para que se tornasse uma espiral de desilusões de algum material novo para solidificar que a banda havia retornado verdadeiramente triunfante. Foram dois anos árduos após a reformação. Esses anos foram agonizantes para alguns, enquanto a banda estava lacônica em relação a um novo álbum. Experimentando a banda ao vivo em turnês foi muito bom, mas eles não relocalizavam o sentimento especial de descoberta que acompanha o ouvinte durante uma nova gravação. Apesar de não ser uma banda com o hype em cima, GY!BE decidiu chocar o mundo deixando escorrer seu último lançamento da melhor forma que sabem- sutilmente e lentamente.

Parece estranho, realmente, que uma banda com tal nicho pudesse lançar uma gravação em segredo só para fazer o mundo enlouquecer. Esse é um testamento da música que a banda produziu em seus dias de fartura, aqueles dez anos atrás. Discutir o som, a influência, e a filosofia do Godspeed You ! Black Emperor seria um exercício na futilidade. Não por causa da imensidão pura que acompanha cada uma dessas facetas (embora isso seja muito apropriado), mais que isto, GY!BE são aqueles que não atravessam o centro das atenções. Não, a banda de pós-rock canadense deleita-se com a escuridão ofuscada. Sua música carece de perfeita classificação, e é impossível de descobri-la completamente. Entender o significado completo por trás do apocalipse retorcido do F#A# Infinity é tão difícil quanto quebrar cada detalhado minuto do Lift Your Skinny Fists…. Apesar de quanto isso vai contra a música fácil, a banda tem arrastado fãs desde seu inicio. Às vezes é fácil demitir música tão contorcida do que poderíamos esperar; música que não nos é entregue em um prato de servir, madura para dissecação. Além disso, GY!BE apresenta-nos a emoção da perseguição, e um álbum que nos lembra de que a música pode ser uma experiência tão visceral que desafia classificações!

É um eufemismo proclamar 'Allelujah! Don't Bend! Ascend! como um dos grandes lançamentos da década, porque como a maioria das gravações do Godspeed, ainda será relevante na próxima década e além. Raramente a comunidade musical fica tão fervorosamente animada sobre uma gravação, especialmente de uma banda que há muito tinha sido atirada para o esquecimento, mas isso é simplesmente a mágica do Godspeed. Sintonize e aprecie, pois “Allelujah! Don’t Bend Ascend!” é uma experiência verdadeiramente inesquecível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário