sexta-feira, 25 de novembro de 2016

... e crescem pontes entre nós

Solo úmido por lágrimas humanas
Ar, sombra e morte
Céu, nublado com medo e tristeza
Coração, desejo frio e traição

Agora ele está fora da eternidade;
Em um lugar onde a dor nunca acaba
Queda através do túnel escuro
Se
foi
Eu quero fazer de mim mesmo
Minhas dores no corpo
Marcado por anos de adoração obscura
Meus pulmões; aeração, fuligem e doença

A minha alma está afundada
Destruída por um abuso perpétuo
Meu templo interior agora caiu
Eu não sou nada


Você constrói a partir do exterior, foi construído a partir do interior
a construir-se como pedras
desmoronando, de fora para dentro

que são construídas como árvores
e crescem pontes entre nós



Rasgue minha garganta, beba meu sangue,
Estranhe-me, afogue-me,

Facas, executando, através,de mim,
Oh, mestre das feridas - corte-me

Deixe-me em seus braços
Mãos Frias, Dedos Como Lâminas,
Quebre meu pescoço, ponha para fora minha luz,
Esmague minha esperança,
Corte-me, me machuque, me cortar, me machucar ...
Corte-me, Corte-me, Corte-me, Corte-
Tome minha vida, mate-me e mate-me (e ...)
Eu sou o que você merece,
A morte faz-me submergir

-
Os trechos escritos são traduções livres das bandas: Shining, Lifelover, Ghost Bath e Silencer

Nenhum comentário:

Postar um comentário